Gráfica Mercúrio:

50 anos sob o comando da família Santos

A história da Gráfica Mercúrio vai muito além dos 50 anos que ela comemora neste ano de 2016. Tanto que o próprio slogan da empresa já demonstra a seriedade e comprometimento daqueles que a administram sem esquecer que antes deles, uma história já havia sido iniciada: ‘Uma empresa centenária, há 50 anos sob a nossa administração’.

Porém, o objetivo da família Santos se mantém o mesmo de quando assumiram o empreendimento: que a Gráfica Mercúrio seja uma empresa promissora e sempre atenta a novas tecnologias para bem atender o mercado.
Muito antes da máquina elétrica surgir, e quando nem se imaginava colorido em algo impresso, a Gráfica Mercúrio iniciou sua história em Brusque. Fundada no início do século XX pela família Straetz, o principal objetivo da empresa era a impressão de jornais e revistas, complementando sua produção com a impressão de alguns tipos de embalagem e documentos. Em 1926 a empresa adquiriu sua primeira máquina elétrica para impressão, equipamento que possui até hoje em seu acervo. Quarenta anos depois, o controle da empresa foi vendido ao jornalista Wilson Santos e ao bancário Sergio Lunardelli. Aliomar Luciano dos Santos, filho de Wilson, entrou na sociedade sete anos depois, e assumiu o destino da Gráfica Mercúrio, onde permanece, como diretor administrativo, até hoje.

Nesses 50 anos sob a administração da família Santos, a empresa passou por diversas fases e apostou em um processo de modernização, estabelecendo como prioridade o desenvolvimento tecnológico e a consequente produtividade.

A administração da empresa é estritamente familiar, tendo em sua estrutura o seu proprietário Aliomar Luciano dos Santos, na direção de produção seu genro Heriberto Wandrey Junior, na diretoria comercial sua filha Roberta, no faturamento e cobrança sua filha Renata e no departamento financeiro sua esposa Lucia.



Investimentos e planejamento

Em termos de investimento, a Gráfica Mercúrio apostou em tecnologia de ponta, com a aquisição da impressora alemã Heidelberg Speedmaster e uma impressora de prova de cor digital com calibragem, para dar fidelidade nas tonalidades de cores exigidas pelos clientes. Além disso, investiu em máquinas de acabamento, aumentando sua produtividade e reduzindo custos.

Em junho de 2014 uma nova conquista: a mudança para um novo parque industrial, mais amplo e mais moderno, com área coberta de 1.800 metros quadrados, localizado no bairro Rio Branco.

“O planejamento daqui por diante, uma vez que nossa atual sede foi construída já esperando a tecnologia moderna, tudo conforme já discrimina os processos de engenharia, é adquirir tecnologia de ponta, entrando na era digital e acabamentos. São investimentos significativos e que, em função dos problemas políticos e econômicos que estamos passando, inclusive até em função de taxas de juros não muito favoráveis no momento, esperamos apenas que a situação se estabilize para nós reativarmos e continuarmos esse processo de ampliação da empresa. Pretendemos continuar no mercado diversificado do setor gráfico, que inclui catálogos, revistas, sacolas de papel, tags para confecção, e material publicitário em geral”, ressalta Santos.

A participação acerca de 40 anos do seu diretor administrativo nas entidades de classe, como a ACIBr, tendo inclusive presidido a associação, oportunizou uma grande rede de contatos, que trouxe muitos subsídios para enxergar melhor o mercado e os caminhos que o mesmo foi tomando ao longo dos anos. Hoje a Gráfica Mercúrio é uma das empresas genuinamente brusquenses que se mantém firme no mercado e aberta às tecnologias do futuro.